17 de jan de 2013

CONSELHOS DE UM ÍDOLO

Alvo da torcida do Botafogo por conta da escassez de gols, Rafael Marques tem suas origens no futebol do interior de São Paulo. Nascido em Araraquara, deu seus primeiros passos como profissional no Campinas, extinto clube que pertenceu ao ex-atacante da seleção, Careca.
O ex-jogador viu os primeiros passos de Rafael Marques e conhece bem as potencialidades desse atleta. Por isso, acompanha com tristeza as recentes manifestações pela saída do centroavante:
- É um menino bacana por quem eu tenho muito carinho. Ele mostrou qualidade e eu não sei os motivos que o impedem de jogar no Botafogo.
Rafael Marques passou quatro temporadas na Turquia e três no Omyia Ardija do Japão. De volta ao Brasil no ano passado, está há seis meses no Botafogo. O fato de ter jogado fora não é, para Careca, um empecilho para a evolução do jogador:
- Eu acredito que o problema não é dentro de campo. Deve haver algum bloqueio. O Oswaldo é um treinador que ajuda muito o jogador, que deixa à vontade. Esse menino está precisando de ajuda para dar a volta por cima.
Careca fez sucesso no Guarani, no São Paulo, no Napoli e na seleção brasileira. Foi artilheiro por onde passou e, raramente, viveu jejuns de gols. Ainda assim, conhece a rotina conturbada de um atacante:
- Eu já cheguei a ficar cinco partidas no Guarani sem marcar e até já perdi dois pênaltis no mesmo jogo quando atuava pelo São Paulo. Isso é o que nos dá folêgo, a superação das adversidades. Já fiz gols maravilhosos, mas já perdi gols sem goleiro. 
E quando nada mais pode dar certo, o futebol tem uma solução muito prática: a troca de clube. A mudança de ares funciona na maioria dos casos e Careca aconselha Rafael Marques a tomar essa atitude:
- Talvez, quem sabe ele possa se encaixar em outro estado ou outra equipe. Ele não é mais tão novo, mas tem muita bola ainda para jogar.
Rafael Marques está com 29 anos e tem seu contrato com o Botafogo até 2015. A diretoria alvinegra ainda não sinalizou sobre uma possível negociação pelo atleta. Torcedores alvinegros, insatisfeitos com o rendimento do atacante, organizaram um abaixo-assinado pedindo a saída do jogador.  
 
 


Nenhum comentário: