15 de jan de 2013

RENÊ NEGA SAÍDA DE FELIPE BASTOS

Mesmo sem dinheiro em caixa, o Vasco tem sido um dos clubes que mais se movimentaram para a temporada 2013, tanto em relação às chegadas, quanto às saídas de atletas. Depois de perder seus principais nomes, como Felipe, Juninho e Fernando Prass, as especulações em torno de mais perdas continuam.
Sem atuar contra o Ajax, o meia Felipe Bastos surgiu como possível reforço do Internacional. No clube gaúcho, a notícia é desmentida e no Vasco, também. O diretor executivo do clube, Renê Simões, explica:
- Felipe Bastos é uma situação difícil. Ele tem o passe atrelado a uma questão jurídica envolvendo o Romário e, além disso, temos um acordo financeiro com o Benfica. Nós não temos interesse em negociá-lo, assim como o Éder Luís e o Dedé.
Por conta de uma dívida do clube com o ex-atacante Romário, os direitos econômicos de Felipe Bastos foram penhorados em favor do Baixinho. Com isso, o clube que quiser contratar o volante deverá negociar com Romário, além de tratar também com o Benfica, clube português para o qual o Vasco deve algumas parcelas pela aquisição de Felipe Bastos.
Sem Nei, que acertou com o Santos, a prioridade passou a ser a lateral direita. Nos próximos dias o Vasco pode anunciar um nome para o setor e especula-se que Nélson, do Bétis, seja a opção mais viável.
- Prefiro não falar em nomes para não frustrar o torcedor, assim como aconteceu no caso do Nei. Destaca Renê Simões.
Nélson, de 29 anos, é nascido em Cabo Verde e naturalizou-se português. O lateral teve uma passagem pelo Benfica, mas está há cinco temporadas no futebol espanhol. 


Nenhum comentário: