6 de set de 2012

A LIÇÃO DE SEEDORF



Estão todos surpresos e exultantes com a bela atuação de Seedorf contra o Cruzeiro. De fato, até aqui, o gringo ainda não havia feito nehum jogo que pudesse valer o investimento o que justifica a perplexidade de alguns.
O que mais chamou a atenção da imprensa, de forma geral, foi o vigor físico exuberante de Seedorf. Na onda da tecnologia, provaram que o jogador atingiu 30 km/h na arrancada para o gol. O feito foi exaltado como se fosse ele um super-homem, um supra-humano.
Na verdade, as coisas são um pouco mais simples. Seedorf dedicou sua carreira ao fuetbol europeu. Foi lá, à base de muito treino e tecnologia avançada, que o holandês se desenvolveu. Seu condicionamento físico, mesmo aos 36 anos, é muito superior ao de qualquer atleta do Brasileirão.
A arrancada de Seedorf, que em nós gera espanto, é apenas fruto de um trabalho muito bem feito e, acima de tudo, da dedicação do atleta. Alguém que se cuide, que treine com rigor e que entenda que o corpo é seu instrumento de profissão chega aos 36 do jeito que Seedorf chegou. Lição para alguns...


Nenhum comentário: