31 de dez de 2012

ANO NOVO, VELHO PROBLEMA



Se na temporada que se encerrou o ataque foi a principal preocupação de Oswaldo de Oliveira, não deve ser diferente em 2013. Loco Abreu não deve ficar, Rafael Marques não emplaca e a permanência de Bruno Mendes não é certa.
Enquanto o Botafogo estiver sendo dirigido por Oswaldo, parece claro que Loco não terá mais chances no time titular. O técnico não vai mudar sua filosofia de jogo para se adequar aos caprichos do uruguaio. Por sua vez, o jogador não aceitará a condição de reserva. Isso parece um problema insolúvel. A saída de Abreu me parece óbvia.
Rafael Marques, uma aposta de Oswaldo, não emplacou no time. Fez 12 jogos e não balançou as redes, algo preocupante para um atacante. Esse fato gerou a desconfiança e a implicância da torcida. Isso no Botafogo é praticamente mortal. Não há jogador que tenha resistido às perseguições vindas das arquibancadas. Fim de linha para Rafael Marques.
Bruno Mendes é o cara da vez. Ele terminou a temporada 2012 em alta, fazendo gols e caindo nas graças dos alvinegros. O problema que envolve o atacante são as incertezas em torno de seu nome. Fora de campo ninguém sabe muito bem sobre os mistérios que rondam os contratos. Há quem realmente pertence Bruno Mendes? O que reza o contrato com o Botafogo? Por pertencer a um grupo de empresários estrangeiros, será que o clube é obrigado a liberá-lo em caso de oferta do futebol europeu? Em virtude dessas incertezas, não sei se ele fica até o fim do ano que vem.


Nenhum comentário: