29 de mar de 2013

PELA HISTÓRIA

band.com.br
Não faz muito tempo, quando da renovação de contrato do Léo Moura, que eu fui contrário a permanência, por mais uma temporada, do lateral no Flamengo. Convencido de que é na obviedade que estão as explicações mais profundas, estabeleci meus argumentos em uma razão simples: a idade avançada do jogador.
Na ocasião demonstrei preocupação com a sequência de jogos. Será que Léo Moura teria gás suficiente para aguentar o tranco? Será que as lesões, amigas íntimas do lateral, o visitariam com mais frequência? As explicações recentes de Jorginho me dão alguma razão. O atleta terá participação mais escassa daqui para frente. É preciso preservar sua saúde.
É preciso também saber se preservar. Mais do que isso: é preciso saber preservar a sua própria história. Léo Moura não pode entrar na vala do comum daqueles que apenas passaram pelo Flamengo e não deixaram seus nomes impressos na memória do torcedor.
Léo Moura merece ter sua história preservada no clube. Ninguém, do atual elenco, tem tanto tempo de serviços prestados ao rubronegro. Sua dedicação é fonte de admiração e seus títulos o conferem status de eterno. Léo está entre os grandes que fizeram a história do Flamengo.


Nenhum comentário: