8 de mar de 2013

RECORDAR É VIVER



justicadesportiva.uol.com.br
O ano de 2010 é de memorável lembrança para o torcedor do Botafogo. De um time desacreditado, principalmente após ter perdido por 6 x 0 para o Vasco na fase de grupos, a equipe conseguiu vencer os dois turnos do Estadual e levantou o troféu.
Um dos líderes daquele elenco era Leandro Guerreiro. O volante, atualmente no Cruzeiro, lembra da conquista e ressalta a importância da mesma:
-Aquele ano tinha que ser nosso porque vínhamos de três derrotas para o Flamengo. Jogamos bem e fizemos uma grande proeza. A união e a força do grupo fizeram a diferença. Tínhamos jogadores experientes e outros começando. Espero que o Botafogo seja campeão porque nunca escondi de ninguém o carinho que tenho por esse grupo.
Mesmo de longe, Guerreiro acompanha o Botafogo e vê semelhanças entre o atual elenco, comandado por Seedorf, e o de 2010:
- Sempre acompanho o Botafogo e sei que o time está crescendo. Sinto, de longe, que o elenco está fechado com o treinador. Há jogadores experientes que puxam o time para cima, assim como em 2010.
A passagem de Leandro Guerreiro pelo Botafogo deixa saudades no jogador. Aos 34 anos, e ainda sem querer parar de jogar futebol, o volante faz planos para poder voltar à Cidade Maravilhosa:
- A minha residência fixa é no Rio. Desde que comecei a jogar aí decidi que quero morar nessa cidade. Não passa na minha cabeça parar de jogar agora, talvez daqui há uns três ou quatro anos.
Guerreiro ficou três anos no alvinegro (2007-2010). O volante fez 222 jogos e marcou cinco gols. Pelo clube de General Severiano, foi três vezes campeão da Taça Rio, duas da Taça Guanabara e uma vez campeão estadual. 

Nenhum comentário: