23 de abr de 2013

VISÃO LIMITADA

É lamentável que neste momento de crise se avente a possibilidade do retorno de Eurico Miranda ao Vasco da Gama. Oficialmente, o ex-mandatário não confirmou a hipótese. Pelo contrário: ele faz questão de negar, nas entrevistas que concede, a candidatura.
A chapa de oposição já se organiza para o próximo pleito e não indica nenhum nome para comandá-la. Mas, todos sabemos que Eurico é consenso e, pasmem, ainda tem força para derrotar Dinamite. Por isso, é de se supor que o ex-presidente se apresente como candidato.
Não defendo nenhuma das chapas e, tampouco, acho que o atual presidente tenha feito grande trabalho. Na verdade, acho mesmo que Roberto Dinamite não conseguiu apresentar nenhuma estratégia capaz de livrar o Vasco da pindaíba.
O que quero alertar aqui é que, há muito tempo, o eleitor vascaíno só consegue enxergar duas possibilidades. Ele ficou limitado em um dualismo limitador: o bem e o mal; o claro e o escuro; o sim e o não. Entre Roberto e Eurico deve haver algo diferente que possa trazer novo fôlego ao clube. É nisso que o torcedor do Vasco precisa estar atento. 

Nenhum comentário: