29 de mai de 2013

CLÁSSICO HISTÓRICO

 

Em dia de Botafogo x Santos, não nos custa rememorar um episódio marcante deste encontro tão tradicional. O ano era 1965, porém tratava-se da decisão do torneiro Rio-São Paulo de 1964. Ambos os times terminaram empatados em primeiro, com 14 pontos, na fase de classificação e decidiram o torneio em uma melhor de três. O primeiro e único jogo ocorreu no Maracanã, no dia 10 de janeiro de 1965.
Notem que, já naquela época, havia um certo exagero de jogos, por isso o calendário extrapolava e os times não davam conta de seus compromissos. Nos casos de Santos e Botafogo, as equipes eram recheadas de craques e, por isso, viviam em excursões mundo afora. Aliás, Garrincha esteve visivelmente extunuado por conta dos jogos em demasia e não rendeu tudo que dele se esperava.
A partida em questão ficou marcada por uma confusão proporcionada pelo árbitro Albino Zanferrari, que validou um gol inexistente para o Santos e, logo depois, declinou da decisão. Os jogadores do Santos, revoltados, deixaram o gramado do Maracanã. Pelo Botafogo foram expulsos o goleiro Manga e Paulistinha. Pelo Santos, Pelé recebeu o cartão vermelho.
Como os dois times saíram em novas excursões pelo mundo, não houve datas para remarcar os jogos. A decisão foi parar no tribunal que optou por dividir o troféu.
 

 

 
 

Nenhum comentário: