3 de ago de 2013

FALÁCIA

esportes.r7.com
A chamada para o jogo Vasco x Botafogo que consta no site oficial do clube cruzmaltino é, no mínimo, anacrônica. Brigar por qual lado da arquibancada ficará seu torcedor é algo primitivo, ultrapassado, sem sentido e revela o amadorismo de nosso futebol.
A dispusta pelos lados da arquibancada se tornou uma patética briga entre os dirigentes de clubes, donde se inclui o nobre presidente vascaíno. Foi ridículo ver como discutiam territórios, tendo muitos outros assuntos mais importantes para resolver. Planos em conjunto para sanar as eternas dívidas? Não há! Estratégias para encher estádios? Não há! Saídas possíveis para o deficitário campeonato estadual? Nem pensar! O mais importante era saber em qual lado ficará a torcida!
É claro que há também um aproveitamento político do mandatário do Vasco. Bradar e esbravejar pelo "nosso lado", como vem dizendo, agrega à imagem do dirigente um tom heróico. É como se fosse parte integrante da torcida organizada. A briga territorial empreendida pelo Vasco é uma tentativa para angariar simpatia, ao mesmo tempo em que desvia o foco para questões mais cruciais. E não se pode dizer que não está dando certo...
 Dirão alguns que, em nome da tradição, isso precisa ser feito; que é um falta de respeito desconsiderar décadas de história. Ora, direi eu que mudar torcedores de lugar não ofende em momento nenhum a gloriosa e linda história do clube. Sentar-se à direita ou à esquerda não definirá a grandeza do Gigante. É preciso, nesse momento, que o torcedor não se deixe ludibriar por uma falácia estúpida. O Vasco será sempre Vasco, mesmo que esteja fora do Maracanã! 


Nenhum comentário: